quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Vale a pena?

Do Diário Catarinense, com informações da Agência Câmara, mais uma vez uma colaboração da jornalista Júlia Antunes:
Clodovil propõe que fumo seja trocado por cana no Brasão das Armas
Deputado federal alega que produto não tem mais tanta importância na economia do país
"
O deputado federal Clodovil Hernandes (PR-SP) apresentou um projeto de lei que altera o Brasão das Armas Nacionais. No lugar do ramo de fumo que consta no símbolo nacional, juntamente com o café, o projeto propõe a utilização de um galho de cana-de-açúcar. Clodovil explica que na época da criação do brasão, em 1889, o fumo representava uma cultura de grande importância econômica para o país, o que não ocorreria mais. O deputado argumenta que "à atual precariedade simbólica do fumo como elemento significativo de nossas riquezas, soma-se o desgaste social e político da cultura da planta". Clodovil lembra que mais de 4 mil substâncias danosas ao organismo foram identificadas no tabaco, maior causa evitável de mortes no mundo."

Foto Divulgação/Google

O QUE QUE EU VOU DIZER? Agora todo mundo é policamente correto! Se o fumo mata, vamos tirar do Brasão das Armas. E dai vamos trocar pela cana-de-açucar, aquela que o Clodovil esqueceu que é responsável pela aguardente, que também mata tanto quanto o fumo nesse país! Então vamos combinar assim: vamos trocar o verde da bandeira também, já que a gente não tem mais tantas matas assim que ele possa representar né? E, digo mais, o Clô tava querendo era mudar o fumo do brasão é por um bambu, um bambu enorme! E como diria a piadinha: E o bambu? Pronto, falei!

Um comentário:

Júlia disse...

hihihi
Gostei do meu nomezinho ali. Estou muito chique! Pelo menos, finalmente, ele propês alguma coisa. Até achei que ele ia substituir o vermelho do brasão pelo rosa, mas se conteve...